A arte salva

A intervenção não autorizada aconteceu no dia 8 de dezembro de 2011, no Congresso Nacional, em Brasília, com a participação de dezenas de pessoas que lançaram 360 boias salva-vidas no espelho d’água em frente ao parlamento.

As boias de plástico foram numeradas e adesivadas com a frase A arte salva durante uma oficina organizada com os alunos da Universidade de Brasília (UnB). A ação mostrava a arte como uma possibilidade de salvamento e resgate da consciência cívica.

Foi minha primeira intervenção colaborativa. Questionado porque agi fora da legalidade, argumentei que pedir autorização reduziria o trabalho, e que a utilização do espaço público para fazer arte é um direito democrático e legítimo. O Congresso é a “casa do povo”, e a arte transcende a política. Essa intervenção era apartidária; um presente da sociedade para o Congresso Nacional.

Ficha técnica

360 peças
Boias salva-vidas de plástico, adesivo vinílico, capas de chuva e 200 participantes

Congresso Nacional
Brasília, 2011

Foto: Dong Hyun Sung

Foto: Dong Hyun Sung

Foto: Ed Ferreira

Foto: Eduardo Srur

INTERVENÇÕES