Portal

A intervenção urbana Portal esteve presente na foz dos córregos Uberaba e Jaguaré que tem a origem do nome na língua tupi-guarani, língua dos índios e primeiros habitantes da região da cidade de São Paulo. Uberaba significa águas cristalinas e Jaguaré, local onde a onça habita. Hoje, a própria identidade dos antigos córregos que desaguavam no rio Pinheiros explicitam o equívoco da urbanização e o abandono dos rios da metrópole.

A característica mais marcante desta obra talvez seja o fato de todas as esculturas utilizadas na composição da obra virem de barracões de escolas de samba paulistanas. Desta forma, eu me apropriei de objetos já existentes e re-signifiquei sua presença para o público distante da atmosfera festiva do Carnaval, expondo a história trágica de córregos vitais e que hoje estão enterrados sob o asfalto.

A obra fez parte da mostra As Margens do Rio Pinheiros e contou com uma ação educativa para grupos escolares em parceria com a Associação Águas Claras do Rio Pinheiros, ONG voltada para conscientização e recuperação da bacia hidrográfica do rio Pinheiros.

Ficha técnica

Esculturas em fibra, isopor e pintura artística
10 x 6 x 2 m cada peça

Exposição As Margens do Rio Pinheiros
Rio Pinheiros
São Paulo, 2014

INTERVENÇÕES