Touro bandido

Esculturas de touros se apropriaram das vacas do evento Cow Parade, nas avenidas Paulista e Faria Lima, em São Paulo, para questionar o conceito da exposição que é considerada o maior evento de arte pública do mundo.

O Touro bandido resgatava o imaginário brasileiro, um animal que nunca foi domado em rodeios e virou lenda nacional.

Para mim, a vaca ficou estéril como objeto de reflexão, e o touro fazia uma inseminação artística nela. Por tratar-se de uma ação não autorizada, tive de responder a um inquérito policial por ato obsceno, difamação e danos materiais, instaurado pelos organizadores do evento. Em minha defesa, reiterei que a arte não pode ser domesticável.

Ficha técnica

Duas peças
Isopor, fibra, resina e tinta acrílica
2,00 x 80 x 1,80 m cada escultura

Av. Paulista e Av. Faria Lima
São Paulo, 2010

INTERVENÇÕES