Trampolim

“Senhor, fica calmo, que esse indivíduo que o senhor tá vendo aí é um boneco." Foi desta maneira que a Polícia Militar tranquilizou a população sobre a intervenção urbana Trampolim que esteve instalada em diversas pontes que cruzam o poluído rio Pinheiros desde o dia 19 de setembro - Dia Mundial da Limpeza da Água.

A obra composta por personagens realistas posicionados na ponta de pranchas azuis tinham por objetivo aludir a impossibilidade de mergulhar ou nadar no rio Pinheiros devido a sua contaminação.

A resposta da cidade foi imediata: 300 ocorrências no Corpo de Bombeiros, selfies e grande número de posts nas redes sociais, mídia espontânea. Uma das esculturas levou um tiro de revolver e outra teve a cabeça decepada. Todas estas transformações foram incorporadas ao trabalho.

A obra fez parte da mostra As Margens do Rio Pinheiros e contou com uma ação educativa para grupos escolares em parceria com a Associação Águas Claras do Rio Pinheiros, ONG voltada para conscientização e recuperação da bacia hidrográfica do rio Pinheiros.

Ficha técnica

Esculturas e pintura artística dimensões variadas

Rio Pinheiros
São Paulo, 2014

Foto: Kana Filmes

Foto: Kana Filmes

INTERVENÇÕES