Ibyra Uguy

A intervenção composta por um tronco de árvore de duas toneladas, motoserras e resina vermelha ocupou a frente da loja Neobambu em São Paulo. A obra trazia à tona as recentes tragédias ambientais no pais e carregava como fonte de inspiração a imagem do Santinho de São Sebastião com flechas e a instalação “Desvio para o Vermelho”, de Cildo Meireles. Ainda durante o processo criativo, convidei o fotógrafo de natureza Araquém Alcântara que reproduziu a imagem da série “Pós-queimada da rodovia Transamérica”, trabalho feito em Altamira, Pará em 2010. A foto em branco e preto retratava uma paisagem devastada e foi instalada sobre a fachada de vidro, potencializando a instalação que significava “Árvore que Sangra”, na língua tupi-guarani.

No lançamento da exposição, defini o conceito do trabalho: “Expor uma árvore aleijada, sangrando, com motosserras enfiadas no seu corpo diz muito sobre o momento atual. O Brasil, que leva uma árvore no próprio nome, não merece esta grandeza. Nós, brasileiros, estamos omissos a destruição do nosso bem mais precioso: as riquezas naturais.”A árvore utilizada na obra foi retirada de uma residência por apresentar risco ao imóvel, vistoriada e saudada por empresa ambiental com a autorização da prefeitura.

INTERVENÇÕES